quinta-feira, 5 de junho de 2008

DEUS VISITOU SARA E A CASA DE ABRAÃO ( Gn.21.1)

Não conheço o caminho por onde Deus me conduz, mas conheço muuito bem o meu guia
( Martinho Lutero)

Devemos depender do cumprimento da promessa quando todos os caminhos que conduzem a ela estão fechados ( Mattew Henry)

Quando uma visita chega à nossa casa muda toda a nossa rotina: “Preparamos uma refeição melhor”. “Limpamos a casa”. “Preparamos o quarto que as pessoas vão dormir”. “Colocamos as crianças mais cedo na cama ” etc.

Quando uma visita chega a nossa casa que veio de longe na qual fazia tempo que a gente não se via colocamos num tom de interesse as conversas em dia, conta-se as novidades “ fulano” casou, “beltrano” morreu e assim por diante. O texto de Gênesis diz que Deus visitou Sara a esposa de Abraão. Ela era uma mulher”Doente” “Debilitada” “Estéril” “Idosa” que vivia uma vida “dura”, “difícil’ e “solitária” mas Deus visitou a CASA DE ABRAÃO.

Quando Sara sua esposa achava que tudo estava perdido que a esperança de ser mãe tinha ido embora “Deus visitou a Casa de Abraão e deixou uma benção” Chamado “ ISAQUE”. Este nome soa como Sorriso num português tupiniquim significa gargalhada alegre.

Deus mudou a rotina da vida de Sara “De Estéril”, “agora era mãe”, “de coração abatido”, “agora com um coração cheio de fé e alegria”. Sara ficou grávida em plena velhice e deu um herdeiro para o patriarca Abraão.

Deus é o Deus que nos visita em tempo oportuno colocando em nossos lábios um novo cântico.Ele visitou Moisés e libertou o seu povo das garras de Faraó ( Ex. 3.8-9) Ele visitou a casa de Obede Edon e ouve benção ( II Sm.6.11). O Salmista diz no Salmo 8:4 “ Quem é o homem para que tu nos visites?. Nos não somos nada, mas quando Deus pela sua graça nos visita e nos abençoa podemos cantar o Salmo 126: 3 " Então a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de cânticos". Deus visitou a casa de Cornélio e ouve uma revolução na vida deles com o derramar do Espírito Santo ( Atos 10:1-48).

Quando Deus nos visita Ele coloca um sorriso novo na nossa face, restaura a nossa sorte e reanima a nossa vida. Ele nos faz poetizar em meio ao vales, põe colirios nos nossos olhos para contemplar a sua vontade, Renova nossas forças, planta no canteiro submerço da nossa alma seus lírios e nos faz trilhar pelas veredas da sua bondade e presença.

Que possamos de fato orarmos como orou o Salmista: Ó Senhor visita a tua vinha “ o teu povo”. “ Visita me com a tua salvação, para que eu veja a prosperidade dos teus escolhidos (Salmo 106.4).

Quando Deus visitou a casa de Abraão: 1) Ele trouxe alegria e vida. 2) Ele trouxe de volta a Esperança Perdida. 3) Ele se mostrou como o Deus que não abandona seus filhos. Abraão ficou tão alegre que fez um banquete festivo e gratuativo. O pai da fé lançou fora a poeira da esterilidade e o mofo da crise materna e banqueteou a vitória da graça e da benevolência divina.

No dizer do Teólogo Karl Barth " Graça só é Graça quando ela é incompreensível". De fato Barth tem razão, pois a incompreensão do ato divino e a compreensão de sua promessa para o velho Abraão e para sua doce esposa.

Sara reconheceu que só Deus pode nos alegrar com sua justiça e amor transbordante.Eles num ato de obediencia consagraram o menino para Deus “ circuncisão”. Eles Deram toda a glória para o nosso Deus Todo Poderoso " Soli Deo Glória". O mesmo Deus do passado é o mesmo hoje e sempre será. Ele é o Deus Emanuel, Deus presente, Deus que está próximo, Deus que nos ajuda, Deus que nos sara e nos consola em toda a nossa tribulação, Deus que nos visita e que enxuga as lágrimas dos nossos olhos, pois, " O choro pode durar uma noite mais a alegria vem pela manhã" ( Salmo 30.5

No final de seu belíssimo livro sobre "Avivamento" o expositor bíblico Dr. M. LIoyd-Jones falou com maestria da "Presença do Espírito de Deus entre nós". De fato este foi o grande anelo de seu coração que Deus rompesse os ceus e se derramasse com força na igreja " Oh! se fendesses os céus e descesses! se os montes se escondessem diante da tua face ( Isaías 64.1)

De fato assim como Dr.LIoyd Jones devemos anelar esta doce presença na nossa vida em todas as suas circuferencia, pois, o Deus que visitou a casa de Abraão é o Deus que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Que possamos orar como orou o servo do Senhor do passado. W. Cowper Bradou dizendo: Oh, fenda os céus, desça depressa e torne milhares de coração a ti

Sola Gratia

Pastor Carlos Augusto Lopes
Teólogo

Nenhum comentário: