quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Silencio- Uma Reflexão Em Meio as Vozes da Vida.


No silêncio e na quietude a alma devota faz progresso e aprende os mistérios escondidos nas Sagradas Escrituras (Tomás a Kempis).

Quando o Cordeiro abriu o sétimo selo. Houve silêncio no céu cerca de meia hora ( Apocalipse 8.1)

Buzinas, muitas vozes, sinos, gargalhadas, berros,conversas, o mundo gira em torno de tudo, em torno do nada, em torno de nós. Nossa geração é a geração do protesto, da reividicação das tecladas no facebook, das dedilhadas. Seria errada convocar alguem para o silencio, seria errado chamar um grupo para se retirar em troco do caler-se para ouvir outra voz.

Em uma época, de alto falante humanos, falar em silêncio é pedir de mais para uma geração acostumada a falar de tudo mesmo sem ter profundidade, pesquisa, analise e auto reflexão.

A maior comunidade do mundo o facebook é uma escola de falar o tempo todo com os dedos, se fala de tudo e de todos, mensagens são colocadas sem a auto reflexão da alma, do cantinho do saber, o importante e eu teclar, como dizem, "teclar e preciso" , usando a filosofia inversa dos portugueses que diziam " navegar é preciso".

Todavia, devemos, por vez manter o silencio, por vez devemos nos recolher, devemos parar para refletir, devemos buscar nosso quarto em oração, devemos manter nossos labios fechados, somente com um único objetivo de ouvirmos a voz de Deus, priorizarmos este momento santo, encantador e profundo.

Nosso, silencio, deve ter motivo, alvo e meta, sim, deve ser por uma causa maior, por uma causa nobre. Meu silencio, não é para ser trocado pelo barulho do radio, pela musica gospel, pelos pregadores imediatista, pelas vozes que mas nos afastam de Deus do que nos aproximam. "Meu" silêncio, "Seu" silêncio, "Nosso" silêncio e para ouvirmos a Deus em sua Palavra, ouvirmos a Deus como fez Samuel, o profeta que em meio a voz do velho Eli e a sua voz, concluiu dizendo "Fala Senhor que o teu servo ouve". Devemos ouvir a Deus para mudarmos de vida, de foco, de visão, de conduta, de valores etc.

Só, pode, falar de Deus, quem fica no seu silêncio com Deus, ouvindo dele em sua Palavra as grandezas do Reino de Deus. De fato a doutrina da revelação deve ser contemplado com a doutrina do silêncio.

Que , pena, que nossa geração da presa, do barulho, do muito falar,das agendas lotadas, dos sinais sempre verde, da agitação, da ebuluencia e da efervecencia tem sido colocada como uma geração superficial, sem relacionamento profundo, totalmente desprovida do alento encantador do silencio com Deus e não o silencio de Deus. Somos a geração que fala atraves do teclado, mas não se cala diante da soberania de Deus. Precisamos resgatar o silencio na nossa nova e confusa espiritualidade, precisamos, ouvir de fato Deus, acima de homens, sistemas, esquemas elesiasticos etc.

Tenho , por, certo que as vezes que Deus queria calar o grande lider Paulo, Ele, colocava este servo de Deus na Prisão. As cartas das prisões paulinas, é fruto da graça divina, mas tambem do silencio que busca ouvir a voz de Deus e através disso falar das grandezas deste Deus e do seu Reino para os homens. Creio que Paulo quando ia para um lugar não buscava o melhor hotel mas á melhor a prisão, rsrs, pois, depois de falar coisas profundas e não rasas, ele por certo iria ser preso e no silêncio da masmorra, ele ouviria e se deliciaria com a voz de Deus.

Devo concordar , com Eugene Peterson, quando diz que as agendas lotadas da nova cristandade e dos pastores é sinal de falta de comunhào, silêncio, quebrantamento e espiritualidade sadia, pois, num redemoinho agitado, onde, minha vida devocional é eclipsada pelo orgulho da agenda lotada e dos muitos afazeres, isso é sinal de alerta e não de gloria.

Cale-se diante dele toda a terra ( Hb.2.20), o Salmo 46.10, também deixa isso claro "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus".Por isso, cale-se diante dele todos os homens e juntos ouviremos sua voz que é mais poderoso do que as aguas do mar. Devemos agasalhar em nosso coração as sábias palavras de João Calvino, o grande reformador, que com temor, orou ao Senhor dizendo: "Rogamos-te, Deus onipotente, dá que a Tua Palavra em nós não encontre um coração de pedra e uma cabeça de ferro, mas uma mente dócil que submeta a ti".

Carlos Augusto Lopes
Pastor da igreja ADI, Tubarão SC
Um dos coordenadores da Aliança Evangelica Brasileira

Um comentário:

meyre brito disse...

Como sempre, sou edificada quando leio seus post.

Deus continue te abençoando pastor Carlos