sexta-feira, 23 de novembro de 2012

IGREJA UMA GRANDE FAMÍLIA-UM ESTUDO SÉRIO E ESTIMULANTE SOBRE OS MANDAMENTOS RECÍPROCOS.


Tudo o que está ao nosso redor, um dia haverá de desaparecer, com uma única exceção: A igreja do Senhor Jesus! Ela servira a Deus, pelos séculos dos séculos, para mostrar como diz a Epístola de Efésios, a “Incomparável riqueza da sua graça, demonstrada em sua bondade para conosco em Cristo (Ef. 2.7)

E, de fato muito importante, olharmos e revermos, qual é o papel da igreja no mundo. Primeiro sabemos que é para glorificar a Deus. O catecismo de Genebra, 1541 diz o seguinte:

Qual é o principal objetivo da vida humana?
“ É conhecer a Deus”.
“ Por que você diz isso?”
“Por que ele nos criou e nos colocou na terra para ser glorificado em nós. E, certamente, é correto que dediquemos nossa vida á sua glória, já que ele é o princípio dela”.

Segundo , sabemos que a igreja deve servir ao mundo em santo amor, através da oferta gratuita do Evangelho, sendo sal fora do saleiro e luz que ilumina a escuridão.

Sobre esta questão o grande pregador metodista John Wesley foi enfático: “ Tua incumbência única sobre a terra é salvar almas”. O missionário Oswald Smith disse: “O melhor remédio para a igreja enferma é colocá-la em dieta missionária”.

De fato a igreja de Jesus Cristo tem duas agendas. A primeira é para Fora que é a Grande Comissão dado por Jesus Cristo em seu santo evangelho. A segunda é para Dentro, que é viver uma vida de Comunhão e Edificação com os domésticos da fé.

É, sobre , o segundo enfoque que chamamos para “DENTRO”, que repousa nossa atenção, estudo e reflexão. É verdade que Jesus Cristo veio buscar e salvar o que estava perdido (Lc. 19.10), É , verdade que Deus a “ Amou o mundo de tal maneira que Deus o seu filho por nós” (Jo. 3.16). É, verdade que Jesus Cristo nos deu a grande Comissão ( Mat. 28.18).

Todavia, a missão para fora, só tem fundamento quando conseguimos fazer o nosso dever de casa, a nossa tarefa doméstica, que é AMAR A DEUS(VERTICAL) E AMAR O MEU IRMÃO (HORIZONTAL)

E foi o próprio Jesus Cristo que afirmou isso. ELE disse: “ Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros (Jo.13.35). A tarefa da missão esta implícita na tarefa da comunhão e da unidade, sem isso, o nervo da missão fica atrofiado. “ João em sua epístola diz: Aquele que diz que esta na Luz e aborrece a seu irmão, ate agora esta em trevas” ( I Jo.2.9).

Mas se andarmos na luz como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu filho, nos purifica de todo o pecado. ( I Jo. 1.7)

Trocando em miúdos seria mais ou menos assim: “ Não adiante eu falar de Jesus Cristo para outras pessoas, se, eu não falo com meu irmão, se eu, não tenho comunhão com meu irmão, se, eu não aprendi o segredo dos mandamentos recíprocos tão claros na Bíblia.

O ditado popular, servirá para nós, “Casa de ferreiro o espeto e de pau”

A Bíblia é clara em nos ensinar a importância de vivermos aliançados, irmanados como uma família. Ela nos dá mandamentos e ordem para vivermos em comunhão.

João nos adverte: E, nisto sabemos que o conhecemos; se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz; Eu conheço e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não esta a verdade. (I Jo.2.3-4).

Aquele que diz que esta nele, também deve andar como ele andou (6). Jesus Cristo o Filho de Deus é o modelo da igreja em todas as épocas, ele viveu e praticou esses mandamentos que alistamos aqui na qual são 25 mandamentos de reciprocidade ou seja de mutualidade, unidade, comunhão etc.

VAMOS DIVIDIR EM QUATRO PARTES ESSES MANDAMENTOS

1) Os discípulos de Jesus Cristo devem viver e valorizar os relacionamentos que são:

A) Amem-se uns aos outros
B) Aceitem-se uns aos outros
C) Saúdem-se uns aos outros
D) Tenham igual cuidado uns pelos outros
E) Sujeitem-se uns aos outros
F) Suportem-se uns aos outros



2) Os Discípulos devem Proteger o Corpo (Igreja) contra os vírus espirituais, as infecções, as doenças que debelitam e machucam o Corpo de Cristo que é a igreja.

A) Não tenham inveja uns dos outros
B) Deixem de julgar uns aos outros
C) Não se queixem uns dos outros
D) Não falem mal uns dos outros
E) Não mordam e devorem uns aos outros
F) Não provoquem uns aos outros
G) Não mintam uns aos outros
H) Confessem os seus pecados uns aos outros
I) Perdoem-se mutuamente.

3) Os discípulos Contribuem para o Crescimento uns dos Outros

A) Edifiquem-se uns aos outros
B) Ensinem uns aos outros
C) Encorajem uns aos outros
D) Aconselhem uns aos outros
E) Falem entre vocês com salmos, hinos e cânticos espirituais

4) Os Discípulos devem servir uns aos Outros

A) Sirvam uns aos outros
B) Levem os fardos pesados uns dos outros
C) Sejam mutuamente hospitaleiros
D) Sejam bondosos uns para com os outros
E) Orem uns pelos outros.


No grande Sermão do Monte, Jesus Cristo nos ensina a regra de ouro da vida cristã piedosa, de fato, todos esses 25 mandamentos é definido por Jesus num único versículo da Bíblia. O Senhor Jesus Cristo ensinou a sua igreja dizendo em Mateus 7.12:

Versão da King James: “ Portanto, tudo quanto quereis que as pessoas vos façam, assim fazei-o vós também a elas, pois esta é a Lei e os Profetas.

ARA- Revista e Atualizada – Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam , assim fazei-o vós também a eles; por que esta é a Lei e os Profetas.

NTLH- Façam aos outros o querem que eles façam a vocês; pois isso é o que querem dizer a Lei de Moises e os ensinamentos dos profetas.

Versão Neo Vulgata - Tudo portanto, quanto desejais que os outros vos façam, fazei-o vós também, a eles. Isto é a Lei e os profetas.


Uma igreja Saudável, anda e vive pelo caminho dos mandamentos recíprocos.Em Atos 2.42 vimos o quarteto doutrinário de uma igreja Bíblica.

Perseveravam na doutrina dos Apóstolos
No Partir do Pão
Na Comunhão
E, na Oração.

Um dos belos mandamentos , dados por Jesus Cristo, foi justamente, aquele que precisamos de Deus na via orante do homem, ou seja, Orai uns pelos outros. Isso, nos tira do egoísmo, do triunfalismo e nos coloca dependente um do outro. Spurgeon disse , “Meu povo Ora por mim”

Tiago diz que devemos “ Orar uns pelos outros”. (5.16). Orar uns pelos outros é comunicar a Deus as necessidades e as preocupações, lutas, tribulações e dificuldade do meu irmão. Pedimos em forma humilhante mais confiante a graça de Deus para o nosso irmão.

Em Atos 12, vimos a igreja orante, orando em favor do Apóstolo Pedro, a comunidade dos irmãos, viram suas orações intercessória serem ouvida por Deus. Pedro o apóstolo foi liberto da prisão herodiana.

O apóstolo Pedro, reafirma que somos Sacerdotes, logo, podemos orar em favor do irmão diante de Deus (I Pe. 2.9).

Paulo, também nos incentiva para orarmos uns pelos outros e por todos os homens ( I Tm. 2.1-2; I Ts. 1.2; Ef. 6. 18-19).

Com , este mandamento devemos compartilhar nossas necessidades com os irmãos. No Reino de Deus ,somos uma comunidade que um deve contar com a oração do outro, ninguém tem bola de cristal, devemos compartilhar nossas necessidades com os santos ou seja "ORA PRO NOBIS; MISERERE NOBIS- ORE POR NÓS, TEM PIEDADE DE NÓS.

Oswald Smith disse: “Quando trabalhamos, trabalhamos; quando oramos, Deus trabalha”. O missionário Hudson Taylor, disse: “Durante mais de 40 anos, o sol nunca se levantou na china sem me encontrar de joelhos, em oração”. O físico Blaise Pascal disse: “Nunca o homem é tal grande como quando de joelhos.


Lowell Bailey, comentado de forma pratica João 17.21 que diz “Para que sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste”.

Dessas afirmações do nosso Senhor, tiramos a seguinte conclusão: “Se determinada igreja local é desprovida de um amor sincero, prático e visível, ela não é demonstração que atraí, nem ponte que conduz pessoas a Jesus. Pelo contrário, ela constitui barreira entre Jesus e esse mundo que ele quer salvar”.

Obs. Estamos estudando esses mandamentos ponto por ponto em nossa igreja Assembléia de Deus Independente de Tubarão Santa Catarina, todas as Quartas-Feiras e Quintas-Feiras, todo o estudo realizado será compartilhado aqui neste blog para a edificação da igreja. Este é o primeiro de vários estudos. Queremos certificar que este estudo é para a igreja, por, isso, estamos evitando aqui o academicismo e as citações clássicas da teologia. Não que não usamos esta ferramenta, usamos e achamos importante, se alguém necessitar das fontes academicas, nos envie um email e estaremos lhes passando pastorcarloslopes@hotmail.com



Carlos Augusto Lopes
pastor da Igreja ADI, Tubarão SC,
Um dos coordenadores da Aliança Evangélica Brasileira
Secretário Geral do Conpet, professor de teologia
Diretor do Seminário Teológico do Sul e Historiador Social

Um comentário:

Agência PSD Designer Ltda. disse...


convido para seguir o nosso
psddesigner.blogspot.com.br

lucre com seu blog, divulgando nosso banner
www.psdesigner.com.br/revendedores.php

Obrigado, Marcos Roberto