quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Por que Devo Estudar Teologia. Uma Reflexão para os Simples e Puros de Coração.

"Viver de Teologia não é fácil, difícil é viver sem ela"

A Missão da igreja de tantas outras é glorificar a Deus e apresentar os temas centrais da doutrina cristã. Muitas pessoas dizem que não gostam de estudar teologia por que ela é muito técnica, seu vocabulário é difícil. Alguns dizem que estudar teologia é aumentar a cabeça e esqueletizar a alma. O erudito Sproul analisando a história ratifica que os maiores gênios teológicos foram homens de profunda espiritualidade. Ele cita Lutero, Calvino, Edwards, John Wesley etc. Para ele o intelecto e o coração fazem parte da verdadeira devoção a Deus.O teólogo A.W. Tozer diz que a verdade é um pássaro de duas “asas” e afirma que um conhecimento sério de Deus é a base para todo cristão.

Todos nós devemos mergulhar na Bíblia ( Jer. 9.23). Teologia nada mais é do que conhecer os pensamentos de Deus e sua vontade para os diversos temas da vida, igreja, sociedade e Deus. Todos nós quando abrimos nossa boca para falar de Deus estamos fazendo teologia, pois estamos falando de Deus. A grande questão é como estamos refletindo o Ser de Deus e sua obra. Karl Barth disse que somente Deus pode falar de Deus, os homens falam de Deus através da Revelação e isso é teologia.

Na idade média a grande tragédia que pairou sobre aquela geração foi justamente teológica ou doutrinária. As pessoas aceitavam tudo que a igreja dizia, por que elas desconheciam as doutrinas centrais da Bíblia. Isso trouxe um grande prejuízo para aquele período. Houve reações contra isso, como no caso dos monges e tantos outros movimentos que ao longo do caminho se distanciaram da igreja católica.

Com o advento da reforma Deus usou homens que usaram a Bíblia e a teologia para derrubar os conceitos errados da igreja. A Sola Eclésia, foi modificada para a Sola Scriptura. Foi a teologia que muitos condenam que livrou a igreja das algemas da tradição e da ignorância, pois o tribunal das decisões doutrinárias estão na Bíblia.

Estamos vivendo um ressurgimento em nossa geração quase igual ao da idade média. Muitos ensinos errados estão dentro das igrejas, práticas anti- bíblicas estão sendo feitas na igreja e a maioria do povo acha que isso é correto, mas a Bíblia aponta para outra direção. Precisamos de uma nova reforma bíblica na igreja e Deus conta comigo e com você para levarmos para essa geração o Evangelho Santo da Sua Palavra. Nós como cristãos temos um grande legado teológico deixado por Deus na Sua Santa Palavra e também pela a história da igreja.

O Teólogo Karl Barth afirmou:

“Não podemos permanecer na igreja sem assumir tanto a responsabilidade pela teologia do passado, quanto pela teologia do presente. Agostinho, Tomás de Aquino, Martinho Lutero ( Calvino- Tomaz de Kempes) etc. eles não estão mortos mas vivem. Eles ainda falam e exigem ser ouvidos como vozes vivas, tão certo quanto sabemos que , eles como nós, pertencemos a mesma igreja”.

A teologia ( Theos- Deus; Logia – Estudo), estuda o Ser de Deus e tudo que se relaciona com a Bíblia em forma Sistemática. O nome teologia não existe na Bíblia ela serve de um termo técnico para descrever os vários temas Bíblicos. Assim também os primeiros cristãos não chamavam a Bíblia de Bíblia, mas de “Escritura” isso aconteceu com Jesus Cristo (Mt.21.42;Mc.14.49; Jo.5.39) ; os seus discípulos fizeram o mesmo ( Lc.24.32; At.18.24; Rm. 15.4). O apóstolo Paulo também referiu-se a ela como “As Sagradas Escrituras” ( II Tm. 3. 15), como “Santa Escritura” ( Rm. 1.2) e como “As Palavras de Deus” ( Rm. 3.2). Jesus Cristo também chamou as Escrituras de ‘Lei de Moisés, Os Profetas e os Salmos’ ( Lc.24.44). O A.T. também é chamado de “Lei e os Profetas” ( Mt. 5.17;11.13;At.13.15). Já o profeta Daniel refere os escritos proféticos do A.T. como os livros ( Grego – ta bíblia – 9.2). Cremos como cristão que a Bíblia tanto o Antigo Testamento que contem 39 livros como o Novo Testamento que contém 27 livros são Palavras de Deus para o seu povo, transmitida fielmente por mais de 40 autores num período de 1.200 anos.

O estudo das escrituras que nós chamamos de doutrina ( ensino) ou de teologia, serve para nós conhecermos o que Deus pensa sobre vários assuntos. “ Doutrina ou teologia”, é o que a Bíblia como um todo nos ensina hoje acerca de algum tópico específico”. A teologia é necessária no sentido que devemos não somente viver uma fé contemplativa mais devemos dar resposta claras sobre a nossa fé para as pessoas que nos cercam como diz Pedro. Ela também serve para o nosso crescimento diante de Deus. J.I.Packer diz que o estudo de Deus nos “Humilha” e nos “Amplia”.

O teólogo Dr. Roger Olson diz que a teologia surge para nós respondermos com fé aquilo que nos cremos a respeito de Deus. Ele diz que a teologia nasceu à medida que os herdeiros dos apóstolos começaram a refletir sobre os ensinamentos de Jesus e começaram a ensinar em outras regiões do Império. As pessoas indagavam a fé deles e neste sentindo eles tinham que formular um credo bíblico coerente e não uma filosofia especulativa-ideológica. O Apóstolo João, foi o último apóstolo vivo naquele período inicial da história da igreja, com a sua morte no ano 90 os discípulos se viram na obrigação de formular doutrinas bíblicas diante das heresias que estavam surgindo. Neste sentido o cristianismo entrou numa nova era, o elo de ligação era João e Policarpo. Até o ano 100 não havia ainda o Novo Testamento de forma agrupada como temos hoje. A igreja formulou alguns credos como espinha dorsal doutrinária

Nosso modelo maior de teólogo é o próprio Jesus Cristo, ele mais do que ninguém viveu, recitou, doutrinou e ensinou as escrituras. É verdade que Jesus Cristo realizou muitos milagres e maravilhas, é verdade que ele pregou com autoridade, é verdade que ele se relacionou com pessoas, é verdade que ele tinha uma vida de profunda oração, mas também é verdade que Jesus Cristo foi um mestre por excelência, de seus lábios saíram o perfeito ensino e ele foi a palavra encarnada que andou três anos pelo mundo revelando Deus e a si mesmo. (Jo.1.1)

Dr. Augustus Strong, diz que teologia é a ciência de Deus e das relações entre Deus, o universo e o homem. Strong afirma que: Ao definirmos a teologia como ciência indicamos o seu alvo. A ciência não cria, ela descobre. O estudo da teologia não é criar nada mais descobrir o que já existe. Ex. Cristovão Colombo. Ele não criou o continente ele descobriu o continente. Descobrir é tirar a cobertura e destampar, é dar a conhecer.

Dr. Wayne Grudem, diz que “Estudar teologia nos ajuda a vencer nossas idéias erradas sobre: “ Deus”, “ Universo” e o “ Homem”. Ele também afirma que estudar as doutrinas da Bíblia nos ajuda a perceber os erros religiosos e doutrinários e nos manter alinhado com a verdade Bíblica.

Sendo assim teremos uma clara “Ortodoxia”( ensino correto) que envolve a “Ortopraxia”(prática corrreta) e a “Ortopatia”( sentimentos corretos), isso lança por terra a “Heterodoxia”(ensino errado) e juntamente com ela a “Heteropraxia”(prática errada) e a “Heteropatia”(sentimentos errados). Viver a vida cristã sem as doutrinas cristãs é como jogar futebol sem bola ( Franklin. Ferreira, A. Myatt).

Por que Devemos estudar as Escrituras. Dr. Millard Erickson responde:

1) Crenças doutrinárias corretas são essenciais no relacionamento entre o cristão e Deus.
2) A doutrina é importante por causa da ligação entre a verdade e a experiência.
3) A compreensão correta da doutrina é importante por que hoje há muitos sistemas de pensamentos religiosos e seculares que disputam nossa devoção.

O teólogo Henry Clarence Thiessen diz que podemos estudar Deus e sua vontade soberana por causa de dois motivos. 1) A revelação de Deus para o homem 2) Os dons que Deus tem dotado os homens. O teólogo Calvino afirma que todo homem tem dentro dele dois princípios “Sêmen Religionis; Sensus Divinitatis”.

A revelação de Deus se faz de duas formas: a Primeira é a revelação natural ou geral e a Segunda é a revelação Especial. Uma está na natureza e a outra está na Bíblia. ( Pascal – Deus absconditus; revelatus). Na revelação geral vimos as obras de Deus na natureza . Com revelação especial queremos dizer aqueles atos de Deus pelos quais Ele dá a conhecer a Si próprio e a sua verdade. Deus se mostra ao homem por que dotou este homem de dois tipos de dons. O primeiro é o dom natural e o segundo e o dom espiritual.

O Dom Natural é a capacidade humana de pensar, analisar, pesquisar, questionar, o homem é um ser pensante , cognitivo. Ele cria, projeta, tem escrutínio etc., o dom natural da razão uma vez que se afasta de Deus, gera o ateísmo, a idolatria, o materialismo etc.

O Dom Espiritual – No século passado surgiu um pensamento dizendo que o homem tinha uma luz interior, dele ou íntima que, independentemente da Bíblia poderia guiá-lo a uma vida piedosa e santa. (quakerismo). O homem é um ser espiritual por isso ele tem sede e fome de Deus, mas somente Cristo pode levar o homem a Deus. (I Co.2.12).

Dr. Wayne Grudem diz que é importante usarmos nosso dom natural e espiritual para estudarmos a Bíblia.
1) Estudar a Bíblia faz parte da grande comissão – Ide e pregai e ensinai (Mt.28.19-20). Ninguém pode ensinar aqui o que não sabe.
2) Estudar a Bíblia é benefício para a nossa vida. Ela nos livra de ensinos errados e faz nós conhecermos a vontade de Deus.
3) Estudar a Bíblia irá nos ajudar a crescer como cristãos, pois iremos conhecer a Deus, sua vontade, seu planos etc.
4) Os cristãos devem estudar teologia com muita oração. (Sal.119.18; II Cor. 2.14).
5) Os cristãos devem estudar teologia com humildade. ( I Pe. 5.5; Tg.3.13,17,18).
6) Os cristãos devem estudar a Bíblia com alegria e regozijo. Estudar teologia não é algo árido, frio, teórico. É um estudo do Deus vivo e das maravilhas de todas as suas obras na criação e na redenção (Sal.139.17;19.8;119.14;119.103; Rm. 11.33-36).

Que possamos juntos buscarmos com fervor e dedicação os profundos ensinamentos da Bíblia. Como sempre frisou O príncipe dos pregadores C.H. Spurgoen que juntos possamos mergulhar em Deus e sair dali revigorado pela sua magnifica obra em nós através de sua santa Palavra. Talvez alguem insiste: Por que devo estudar teologia?Nós pastores, professores, mestres da Bíblia e servos da Palavra devemos dizer: Por que precisamos a cada dia conhecer e prosseguir conhecendo ao nosso maravilhoso Deus, pois, Ele é fonte inesgotável.

O grande Teólogo e Apóstolo Paulo, brada dizendo: Ó Profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis sao os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a ele para que venha a ser restituído? Por que dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém.

Estudo Realizado por Carlos Augusto Lopes
Teólogo pastor da Igreja ADI-Tubarão SC
e um dos coordenadores Da Aliança Evangélica Brasileira

2 comentários:

Antonio Batalha disse...

Seu blog é uma bênção, li algumas coisas, e dou graças pela Graça derramada sobre si, que a cada dia continue a ser esta bênção.Aquilo que escreve seja como pão para o faminto, e água para o cansado.E que cada irmão ao ler suas mensagens seja edificado, exortado no amor derramado no seu coração, a sua alegria, paz e graça, cresçam de maneira a transbordar seu cálice, e atingir os corações.Aproveito a fazer-lhe um convite: Gostaria que fizesse parte dos meus amigos virtuais em meu blog A Verdade Que Liberta. Deixo as minhas cordiais saudações em Cristo Jesus.

Carlos Augusto Lopes disse...

Obrigado por observar nosso blog que tem o único interesse em glorificar o nome de Deus e exaltar sempre a sua Palavra - Soli Deo Glória e Sola Scriptura.