quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

ROBINSON CAVALCANTI-A MORTE DE UM SERVO DE DEUS: O GRILO CANTA , O CISNE ESTÁ SILENCIOSO.


Essas foram as palavras de Eraclius para o grande teológo Agostinho. Ele nesta ocasião estava deixando o pastorado e a cortina estava se fechando para Aurélio Agostinho, Eraclius seu sucessor num ato de inadequação e prestígio pelos serviços realizados por Agostinho se sentiu como um grilo diante do cisne.

Quem em nossa geração não leu e se remexeu com os escritos do irmão Robinson Cavalcanti? seus artigos na Revista Ultimato, seus escritos claros e denunciatórios, sua paixão pelo eterno e seu incansável trabalho de unidade da igreja, colocava o dedo nos nossos cacuetes eclesiásticos, na nossa fossilização teológica, na nossa velha mesmice evangelical. Outro dia deste escrevi um artigo com o Título " Formidáveis Anglicanos":, nele citava "Packer, Stott, Green,Youssef" e tantos outros. Aqui no Brasil tínhamos "Robinson Cavalcanti", sim o "dom" Robinson como um formidável anglicano.

Ao saber da morte de Robinson Cavalcanti por um missionário da nossa igreja, meu coração gelou, minha língua travou, parecia inacreditável, perguntei se de fato era ele mesmo ou outro Robinson. Mais a resposta foi firme: É o Robinson Cavalcanti bispo anglicano. Minha esposa Cida Lopes, estava na nossa Instituição "ABBA" e relatei para ela o fato. Fiquemos chocados, tristes e relembramos o quanto seus escritos influenciou uma geração inteira de pessoas apaixonadas por um evangelho integral que de fato mudasse não somente o coração mas as estruturas. Relebramos sua caminhada de fé relatada por ele mesmo.

No forum da Aliança Evangélica Brasileira, tive o previlégio de entrevistar Robson Cavalcanti, sobre a importancia da Aliança e o realismo da igreja brasileira. Naqueles dias em Brasilia, fomos agraciados com a sua presença silenciosa e ao mesmo tempo estrondosa. Sua análise sobre a igreja brasileira no fórum foi algo lindo, esclarecedor e unificador. Não sabíamos que cedo ele iria retornar para a casa do Pai. Não sabíamos que ele iria tão cedo deixar a Aliança. Não sabíamos que aquele era o primeiro encontro oficial da Aliança, pois, lá tecnicamente ela nasceu, e seria também o último de Robison.

Nossa igreja Assembléia de Deus Independente, nosso Concílio de Assembléias no Brasil-CAD, O Conselho de pastores da Região, lamentam a morte de Robinson Cavalcanti e sua amada esposa. Estaremos de luto, estaremos em silencio, estaremos em reflexão. Que Deus possa consolar toda a sua casa, familia, amigos, pastores, membros da igreja no Brasil. Jamais esqueceremos o seu legado, a sua fibra doutrinária, a sua denúncia, o seu profetismo, a sua candura bíblica.

Vá com Deus Robinson, sabendo que sua carreira foi concluída para a Gloria Daquele que nos chamou das trevas para o Reino do Filho do seu amor.

Nós que fazemos parte da Aliança Evangélica no Brasil, estaremos orando para que Deus confirme a obra de nossas mãos e console toda a familia de Robinson. " Deus se move de forma misteriosa para realizar suas maravilhas; Ele imprime suas pegadas no mar e cavalga sobre a tempestade"- (William Cowper). "Na vida ou na morte, estou contigo e tu estás comigo, meu Deus. Senhor, eu espero pela tua salvação e pelo teu reino. Amém , a morte não é o fim, mais o inicio de uma nova vida"-( Dietrich Bonhoeffer).

Pastor Carlos Augusto Lopes
Tubarão- Santa Catarina
Membro da Aliança Evangélica Brasileira

VEJA NA ÍNTEGRA O RELATO FEITO PELO JORNAL SOBRE A MORTE BÁRBARA DO BISPO ROBINSON E SUA ESPOSA.ENTENDA COMO TUDO ACONTECEU.

O bispo diocesano da Igreja Anglicana, cientista político e professor aposentado da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Dom Edward Robinson Cavalcanti, de 64 anos, e a esposa dele, a professora aposentada Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti, também de 64 anos, foram assassinados na casa da família, na Rua Barão de São Borja, número 305, em Jardim Fragoso, Olinda, na noite do último domingo (26).

De acordo com a policia, o autor do crime é o filho adotivo do casal Eduardo Olímpio Cotias Cavalcanti, de 29 anos. O homem morava nos Estados Unidos desde os 16 anos de idade e teria voltado ao Brasil há cerca de 15 dias depois de ter sido preso no país estrangeiro várias vezes por envolvimento com drogas e outros delitos. Eduardo estava passando por um processo de deportação.

Os corpos já foram necropsiados pelos peritos do Instituto de Medicina Legal (IML) no Recife. Segundo a polícia, o bispo sofreu três facadas e a esposa apenas uma, na altura do peito esquerdo. De acordo com familiares, o corpo do religioso devem ser sepultado na próxima quinta-feira na Catedral Anglicana de Boa Viagem, como pedem os rituais da igreja. Esta tarde, a família tem reunião com os representantes da igreja para tentar adiantar o enterro. Segundo os parentes, a professora Miriam teria revelado o desejo de ser sepultada no Cemitério Morada da Paz, no Paulista.

Segundo o reverendo Hermany Soares, amigo da família, quando Eduardo chegou ao Brasil, ele foi buscá-lo no aeroporto e ainda no desembarque teria perguntado onde poderia comprar uma arma.

Ontem pela manhã, o rapaz saiu de casa, foi beber na praia e voltou à tarde. À noite, foi visto amolando uma faca na frente do portão de casa.

Na noite de ontem, horas antes do crime, o bispo, a esposa e o filho foram juntos ao culto. Na ocasião, o religioso falou aos fieis sobre a alegria em ter o filho de volta à casa, lembrando que aquele era o primeiro culto após a chegada de Eduardo ao Brasil.

Por volta das 22 horas, Eduardo começou a discutir com o pai, pegou a faca e golpeou o idoso. A mãe foi defender o marido e também foi esfaqueada.

O bispo Robison morreu no quarto. A mãe ainda foi levada para o Hospital Tricentenário, em Olinda, com uma facada no peito esquerdo, mas já chegou morta. Após o crime, Eduardo tentou cometer suicídio ingerindo uma substância ainda não identificada e desferindo vários golpes de faca no próprio peito.

Eduardo foi levado para o Hospital da Restauração (HR) por uma viatura da Polícia Militar e permanece internado na Unidade de Traumas. Está respirando com ajuda de aparelhos. Seu estado de saúde é considerado grave pelos médicos e ele não tem previsão de alta.

Segundo informações de parentes, o bispo Robinson foi o coordenador regional da primeira campanha do ex-presidente Lula para presidente da República, que, inclusive, o teria visitado em casa depois de eleito. O bispo também foi candidato à deputado federal e proferiu palestras na Organizações das Nações Unidas.

Em relação ao ocorrido, a Igreja Anglicana divulgou uma nota de falecimento. Confira o documento na íntegra:

É com grande pesar que a Igreja Anglicana - Diocese do Recife, comunica o trágico falecimento do Reverendíssimo Bispo Diocesano, Dom Edward Robinson de Barros Cavalcanti, e de sua esposa Miriam Cavalcanti, ocorrido neste domingo 26/02/2012 por volta das 22h na cidade de Olinda-PE.

A família diocesana agradece a Deus pela vida e devotado ministério do seu Pai em Deus, pastor, mestre e amigo, um verdadeiro profeta e mártir do nosso tempo, que lutou pela causa do evangelho de Cristo, por Sua igreja, bem como pela Comunhão Anglicana, e que contou sempre com sua esposa que, como fiel ajudadora, o apoiou em todos os anos de seu ministério.

Partiu para a Eternidade deixando um legado de serviço, amor e firmeza doutrinária, pelos quais essa Diocese continuará.

Oportunamente estaremos divulgando dia, horário e local do seu sepultamento.

Revmº Bispo Evilásio Tenório – Bispo Sufragâneo Eleito

Revmº Bispo Flávio Adair – Bispo Sufragâneo Eleito

Rev. Márcio Simões – Presidente do Conselho Diocesano

UFPE também lamenta morte do professor aposentado Robinson Cavalcanti:



A UFPE lamenta as mortes trágicas do professor Edward Robinson de Barros Cavalcanti, 67 anos, e de sua esposa, Miriam Nunes Machado Cotias Cavalcanti, ocorridas ontem (26). O docente ingressou na Universidade em março de 1972, tendo se aposentado em setembro de 1995. Ele atuou no Departamento de Ciências Sociais e, no período de 1992 a 1996, ocupou o cargo de diretor do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH).

O professor era graduado em Direito, pela UFPE, e em Ciências Sociais, pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Possuía Mestrado em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro. Na UFPE, coordenou o primeiro curso de especialização em Ciência Política, em 1979, e o Mestrado em Ciência Política, de 1986 a 1989. Foi membro dos Conselhos de Administração e Universitário e também integrou colegiados. Ministrou disciplinas com temáticas ligadas a partidos políticos, coronelismo, teoria política moderna e império.

Entre suas publicações, estão os livros As Origens do Coronelismo (Editora Universitária da UFPE, 1984) e Cristianismo e Política " teoria bíblica e prática histórica (1985). "Ele sempre se renovou na vida. Sempre foi aberto ao diálogo com sensibilidade", disse o professor Michel Zaidan, da Pós-Graduação em Ciência Política da UFPE.

Robinson Cavalcanti também trabalhou da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Unicap e Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire). Ele ainda atuou como professor visitante na Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, no ano de 1988, e era bispo anglicano.
Com informações do repórter Edson Araújo, da TV Clube



1

2 comentários:

Juliana disse...

Isaías 57 : Perece o justo, e não há quem se importe com isso; os homens compassivos são arrebatados, e não há ninguém que entenda. Pois o justo é arrebatado da calamidade,

entra em paz; descansam nas suas camas todos os que andam na retidão.


O bispo e Miriam, foram as pessoas mais humildes, mais santas que eu conheci.
Com certeza ele foi um Profeta dos nossos tempos.
E seu legado dará frutos!

DOMMI disse...

Custmizaçao de templates para blog tenha um blog com o estilo que voê nessessita para suas idéias

http://dommidesign.blogspot.com